Descobrindo: Florence Pugh

Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk, obra de Nikolai Leskov publicada em 1865 não tem nenhuma relação com Macbeth de Shakespeare. Ela é uma anti-heroína, no sentido em que procura pela liberdade feminina em meio a um ambiente opressor para qualquer dama, mas que também apresenta uma personalidade fria e calculista para conseguir essa tão sonhada liberdade, sem se arrepender de nada.

A adaptação cinematográfica, apontada como o melhor filme britânico de 2017 trouxe duas revelações: o diretor William Oldroyd (oriundo do teatro) e Florence Pugh, que faz um trabalho fantástico em seu primeiro papel de destaque no cinema aos 21 anos de idade. Aliás, vamos dedicar este espaço para falar um pouco sobre a Florence.

Nascida e criada em Oxfordshire, na Inglaterra, Florence estreou nas telas no suspense The Falling em que dividiu as cenas com Maisie Williams (a Arya Stark da série Game of Thrones). Florence recebeu elogios da crítica britânica e uma indicação ao prêmio de revelação no Festival de Londres. Ao mesmo tempo em que participava da série Marcella e do filme para TV Studio City, ela conseguiu o papel de protagonista em Lady Macbeth.

O papel de Katherine está rendendo para Florence Pugh muitos elogios (ela está sendo chamada de “A nova Kate Winslet”), indicações a prêmios (ela já venceu o The Evening Standard Breakthrough of the Year Award) e também novos filmes para o currículo. Entre os próximos trabalhos da atriz britânica estão The Commuter, com Liam Neeson, Fighting with My Family, inspirado no documentário de mesmo nome sobre a lutadora de WWE Raya Knight e com Dwayne Johnson assumindo as funções de ator e produtor e Outlaw King, produção de época da Netflix.

Já na telinha, Florence será Cordelia na adaptação produzida pela Amazon e BBC do clássico de Shakespeare Rei Lear, com Anthony Hopkins e Emma Thompson e direção de Richard Eyre (Notas Sobre um Escândalo) e também será uma espiã na minissérie da AMC The Little Drummer Girl, produzido por Park Chan-wook (A Criada, Oldboy) e baseado no livro de John le Carré, A Garota do Tambor.

Vale apontar que todas essas produções mencionadas estão previstas para 2018. Então, ouviremos falar bastante de Florence Pugh, não é?

Divulgação de Cinema: Mãe!

Pôster de Mãe! inspirado em O Bebê de Rosemary (abaixo). (Divulgação/IMPAwards)

Mãe! é um filme que já despertava interesse pela quantidade de talentos envolvidos na produção. Um deles é Darren Aronofsky, vindo de duas fases distintas na carreira: aclamação pelo denso Cisne Negro e de uma aventura não muito bacana no universo do blockbuster com Noé. Agora, ele chega com um filme de pegada psicológica, típico de sua filmografia.

Mas, como Mãe! ainda não estreou nos cinemas, como os cinéfilos e admiradores de Aronofsky estão lidando com a expectativa em torno do filme? É aí que o marketing entra para fazer seu trabalho, começando com tweets sutis de seu diretor, já que nas últimas semanas, Aronofsky não só postou materiais de divulgação, mas também chamadinhas como essa aqui:

O que sabemos de Mãe! até agora, segundo sua sinopse oficial? Jennifer Lawrence e Javier Bardem interpretam um casal que vê seu relacionamento testado com a chegada de pessoas inesperadas em casa.

O que fica bastante misterioso são os materiais de divulgação, que despertam no espectador aquela sensação de que o filme pode ser tudo, ou seja, além do drama de um casal em crise. E os trailers e spots já divulgados deixaram mais perguntas do que respostas no ar.

A equipe de divulgação acerta em deixar perguntas no ar através dos trailers e investe pesado no material impresso e na força da corrente cibernética. Os cartazes com os protagonistas escondem signos que possam representar acontecimentos-chave no filme, permitindo que começam as especulações sobre teorias conspiratórias.

Jennifer Lawrence e Javier Bardem em arte criada por James Jean.

Nas redes sociais, especialmente Facebook e Twitter, essas discussões ajudam bastante no engajamento do filme, já que entre as referências do filme estão desde O Bebê de Rosemary até O Exorcista, passando até por outras produções do terror contemporâneo.

Mais peças de internet

Imagem do site viral “You’ll Never Answer The Door Again”. (Divulgação/Paramount)

A Paramount criou um site viral chamado “You’ll Never Answer the Door Again” (Você nunca mais atenderá a porta, em livre tradução). Em sua home, o visitante verá uma imagem em 360º, que ao passar o mouse cria-se uma ilusão de ótica. O mistério ainda permanece, já que a única coisa disponível na página é um clipe do filme. Já o Twitter criou uma hashtag especial com um coração em chamas.

Mãe! tem previsão de estreia para 21 de setembro no Brasil. Dois dias antes, o diretor Darren Aronofsky estará em São Paulo para divulgar o filme.

Livros no cinema em 2014

É super normal após o anuncio de uma adaptação cinematográfica de livro começar a procurar a obra original e – porque não – imaginar os atores nos personagens e como será o tratamento que os profissionais de cinema farão, mas são poucas as produções que conseguem a fidelidade ou ao menos, manter a essência da literatura.

2014 terá adaptações esperadas de best-sellers e autores conhecidos do grande público como Dostoiévski, Saramago, Le Carré, Hornby e até John Green.

A Arte de Produzir Efeito Sem Causa, Lourenço Mutarelli

Com o nome de Quando Eu Era Vivo, o filme que tem Antonio Fagundes, Marat Descartes e a cantora Sandy Leah nos papeis principais, é sobre um homem divorciado que cria uma obsessão pelo passado da família, com consequências perturbadoras. O filme estreia agora em 31 de janeiro.

A Culpa é das Estrelas, John Green

Novo fenômeno literário mundial, a obra é sucesso de público e crítica literária pela sensibilidade em contar a história de uma menina com câncer que conhece um rapaz em um grupo de apoio para jovens com câncer. O filme terá Shailene Woodley, Laura Dern e Willem Dafoe.

Alexander_and_the_Terrible,_Horrible,_No_Good,_Very_Bad-Day

Alexander and the Terrible, Horrible, No Good, Very Bad Day, Judith Viorst

O clássico livro infanto-juvenil norte-americano publicado em 1987 acompanha Alexander que está passando por um dia pior por causa de uma pastilha elástica no cabelo. Steve Carell e Jennifer Garner lideram o elenco e a Disney produz.

A Long Way Down, Nick Hornby

Pierce Brosnan, Aaron Paul (o Jesse de Breaking Bad) e Toni Collette estão desesperados com suas vidas e o destino acaba juntando-os num telhado em plena noite de Ano Novo e decidem fazer um pacto de vida.

All You Need is Kill, Hiroshi Sakurazaka

Tom Cruise e Emily Blunt são protagonistas da ficção científica sobre soldados lutando em uma guerra com alienígenas. Doug Liman (A Identidade Bourne, Sr. e Sra. Smith) dirige No Limite do Amanhã.

Divergente, Veronica Roth

Divergente é o primeiro livro de uma trilogia que promete entrar na mesma linha de um Jogos Vorazes. A protagonista interpretada por Shailene Woodley (olha ela aqui novamente!) precisa decidir entre as pessoas que ama ou ser quem ela é. Kate Winslet e Ashley Judd também estão no filme.

O Doador de Memórias, Lois Lowry

Em uma sociedade perfeita, um menino resolve questionar os valores desse conjunto. A adaptação cinematográfica conta com Jeff Bridges, Meryl Streep e a cantora Taylor Swift.

O Duplo, Fiódor Dostoiévski

Dostoiévski escreveu O Duplo um ano após o lançamento de Pobre Gente, seu livro de estreia. No cinema, será uma comédia sobre um sujeito que decobre que existe alguém igual a ele. Jesse Eisenberg e Mia Wasikowska estrelam o longa.

katnissA Esperança, Suzanne Collins

O último livro da trilogia Jogos Vorazes será dividido em dois filmes, com o primeiro sendo lançado no fim de 2014. Jennifer Lawrence retorna como Katniss.

garota-exemplar

Garota Exemplar, Gillian Flynn

O suspense sobre um homem suspeito do assassinato da esposa vai chegar as telonas sob os cuidados de David Fincher. Ben Affleck interpreta o marido, enquanto que Rosamund Pike é a sua mulher.

O Homem Duplicado, José Saramago

Considerado uma das grandes obras do autor português. Jake Gyllenhaal vive uma vida chata até rever um filme, deparando-se com alguém igual a ele. O diretor Denis Villeneuve e Gyllenhaal repetem a parceria de Os Suspeitos.

O Homem Mais Procurado, John Le Carré

Este livro não foge muito de outras histórias de Le Carré, como O Espião que Sabia Demais. Recentemente exibido no festival de Sundance, a obra é estrelada por Philip Seymour Hoffman, Rachel McAdams, Robin Wright, Willem Dafoe e Daniel Brühl.

Horns, Joe Hill

Joe Hill é filho do escritor Stephen King e segue os passos do pai com o horror Horns. O “Harry Potter” Daniel Radcliffe é o protagonista.

Sob a Pele, Michel Faber

A história é sobre uma alienígena interpretada por Scarlett Johansson, que vem a Terra em busca de complexidade e experiências. A adaptação causou opiniões diversas no último festival de Veneza.

Thérèse Raquin, Émile Zola

O livro causou polêmica na época por causa da premissa de adultério que envolve três personagens. A Thérèse do título, que vive em um casamento infeliz com o primo, se apaixona pelo amigo deste. No filme, estão Elizabeth Olsen, Tom Felton (o Draco Malfoy de Harry Potter), Oscar Isaac e Jessica Lange.